Afinal, o que é contabilidade consultiva e qual seu impacto nos negócios?

A contabilidade é, sem dúvida, um dos pilares que sustentam as atividades de qualquer empresa. Em razão da grande quantidade de normas, processos e obrigações a serem atendidos para que o negócio opere de forma regular, a presença de profissionais especializados nessa área se torna indispensável para a manutenção de uma empresa saudável.
Durante muito tempo, a contabilidade foi tida como uma área burocrática dentro das empresas, sendo responsável por emitir guias, efetuar pagamentos e elaborar cálculos a respeito dos diferentes aspectos do negócio. Contudo, essa visão está ficando cada dia mais ultrapassada. Hoje, muito se fala em contabilidade consultiva, uma abordagem que vai além da simples execução de processos operacionais, burocráticos e da elaboração de planilhas.
Essa prática apresenta um viés estratégico, pois oferece subsídios informativos valiosos para gestores e líderes, orientando a tomada de decisão a partir de diferentes avaliações quantitativas e qualitativas. Acompanhe!

O que é contabilidade consultiva?
A contabilidade consultiva é uma nova abordagem da contabilidade no contexto empresarial — um modelo em que o contador e o empresário passam a interagir de maneira mais estratégica, analisando dados conjuntamente para servir de base na hora de tomar uma decisão.
Assim, a contabilidade consultiva pode ser considerada uma evolução da contabilidade tradicional. Seu papel é manter gestores e líderes informados sobre os aspectos contábeis mais relevantes da empresa, como planos econômicos e financeiros, reforçando a gestão a partir de orientações e avaliações estratégicas.
Nessa nova dinâmica, a contabilidade atua como uma parceira das empresas, independentemente do seu segmento ou porte. Assim, o conhecimento dos profissionais da área é empregado não só para atender às exigências legais de escrituração e pagamento de tributos, mas para aprofundar o nível de entendimento dos gestores sobre o negócio, suas finanças e, assim, contribuir para o seu crescimento sustentável.

Por que esse conceito é tendência nos escritórios de contabilidade?
Como dito, durante muito tempo, os escritórios e profissionais de contabilidade foram vistos apenas como geradores de guias e cumpridores de obrigações acessórias em nome dos contribuintes.
Contudo, com a inovação dos meios e a qualificação do uso dos dados e informações das empresas, a contabilidade passou a ter uma relevância cada vez maior não só para a atuação regular de um negócio, mas para uma atuação sólida e competitiva.
Nesse cenário, então, escritórios e profissionais estão investindo mais na aproximação com os clientes, de modo a oferecer serviços diferenciados, mais técnicos, consultivos e estratégicos, posicionando o setor contábil com uma parte mais importante para os negócios.

Como funciona a contabilidade consultiva?
Com base nas informações das movimentações, registros e demonstrações, o contador desenvolve análises e interpretações desses números, gerando indicadores que contribuirão para o desenvolvimento sustentável das empresas.
Cabe a cada contador personalizar a entrega dessas informações — e isso dependerá das ferramentas que ele possui e da avaliação do perfil do seu cliente. Assim, é preciso destacar que um dos traços mais marcantes da contabilidade consultiva é a comunicação entre profissionais e empresários, o que acaba por agregar mais valor para os serviços.
Essa comunicação fortalece a troca de informações e o entendimento da real situação do negócio, o que permite a formulação de planos mais precisos e alinhados à realidade da empresa e à necessidade do empresário. O objetivo, então, é a atuação em conjunto, com a contabilidade fornecendo suporte para leituras estratégicas e para o processo de tomada de decisão.
Por fim, a contabilidade consultiva representa um grande avanço no mundo dos negócios.

Esperamos que esse artigo tenha ajudado você. Conte sempre conosco!